(17) 3308-2526 ou 9 9673-5105 - Segunda a Sexta - 08:30 às 17:00

contato@sunsetweb.com.br

Benchmarking: pesquisa de concorrente para SEO de qualidade

SEO Básico em 07/03/2019

Benchmarking: pesquisa de concorrente para SEO de qualidade

Melhorar os resultados do seu negócio não é tarefa fácil, mas o benchmarking pode ser de grande ajuda. Aproveitar oportunidades e escapar de falhas pode ser um grande desafio, principalmente no meio digital.

 

Na internet, uma das principais dificuldades encontradas é a concorrência, que pode ser facilmente acessada pelos seus clientes. É importante lembrar que da mesma maneira que seu conteúdo alcança pessoas interessadas no seu setor, o conteúdo produzido por seu concorrente também consegue.

 

Assim, a internet se torna um ambiente muito mais competitivo do que pode parecer. Por isso, não basta mais se focar no seu mundo e oferecer os conteúdos, produtos e serviços que você acha que o cliente quer. É preciso buscar novas oportunidades, interesses e entender o que atrai ele para você ou para seu concorrente.

 

Já comentamos sobre o que é o benchmarking e seus benefícios aqui no blog. Agora é hora de entender como ele pode ser feito no seu negócio.

 

Benchmarking: como fazer?

 

  • Pesquisa de campo;
  • Eventos;
  • Visitas presenciais;
  • Mentorias.

 

Essas são as 4 formas principais para aplicar o benchmarking para entender os concorrentes e criar novas estratégias. São formas de verificar, de diferentes pontos de vista, o que seu concorrente tem feito e o que pode ser aproveitado para o seu negócio.

 

1. Pesquisa de campo

 

Muito próxima do que grandes empresas de marketing digital já fazem, é uma estratégia essencial para o crescimento dos negócios. A pesquisa de campo te permite usar métricas, dados e fatos para entender onde você está errando em relação aos concorrentes.

 

O ideal é que ela seja sempre aplicada a um problema ou objetivo específicos, nunca ao negócio como um todo. Além disso, não é necessário utilizar conversas e entrevistas, ainda que elas não sejam uma má ideia. Utilizando fontes de pesquisa na internet, como blogs, artigos, bases de dados e reports, você tem uma boa noção de como seu concorrente se comporta.

 

Existem ferramentas (pagas e gratuitas) que permitem avaliar os resultados de páginas de concorrentes. Assim, você verifica as palavras-chave que tem dado resultados para ele, os posts de blog mais lidos, e-mails marketing que deram mais resultados, entre outros.

 

Ao comparar esses resultados com os da sua empresa, você tem dados para avaliar onde você pode melhorar e o que é melhor manter como está.

 

2. Eventos

 

Participar de eventos do seu setor pode ser um grande diferencial, principalmente aqueles em que seus concorrentes se apresentam ou frequentam. Nesses eventos, as novidades tecnológicas, descobertas de ferramentas e novas estratégias são apresentadas. Muitas vezes, em eventos de setor, novas tendências de mercado são identificadas e apresentadas.

 

Assim, você consegue informações sobre como aumentar vendas, novas investimentos, estratégias que tem dado errado e diversos outros problemas e oportunidades. O melhor de tudo, você observa como seus concorrentes têm se comportado e descobre como pode pegar carona nos resultados deles.

 

3. Visitas presenciais

 

Muitas empresas possuem um programa de visitas, onde recebem pessoas para conhecer a cultura do negócio, os processos e entender como tudo funciona. Essa pode ser uma grande oportunidade para troca de ideias e par que você conheça novas possibilidades.

 

Benchmarking pesquisa de concorrente para SEO de qualidade

 

Buscar por empresas do seu segmento e que atendam um público parecido com o seu para visitar pode ser uma boa estratégia de benchmarking. Afinal, qual a melhor forma de conhecer seu concorrente do que indo até onde ele trabalha? Comunidades e grupos em redes sociais como o Facebook e LinkedIn podem permitir o mesmo tipo de experiência.

 

Busque por essas oportunidades, expanda seu network e entre em um ambiente diferente do que o que você está costumado. Pode ser que você se surpreenda.

 

4. Mentorias

 

Existem profissionais especializados em te ajudar a entender, sob uma nova perspectiva, os desafios que você tem enfrentado. Mentores, em geral, são pessoas que já passaram pelo mesmo problema, por isso podem ser de grande ajuda. Mentorias são facilmente transformadas em novas oportunidades e trazem os acertos e erros de outra empresa sem que você tenha que interpretar e entender sozinho.

 

Colocando o benchmarking em prática

 

Apesar de o benchmarking ser, em termos gerais, uma análise dos concorrentes para identificar oportunidades e falhas, ele só é possível conhecendo seu negócio.

 

É muito importante, antes de pesquisar seus concorrentes, que você seja capaz de identificar seus próprios problemas. Apenas sabendo quais processos e práticas não dão resultado e precisam ser otimizados é possível saber o que buscar.

 

Analise as métricas e dados de seu negócio, veja o que seus clientes tem colocado como problema, pergunte a eles o que acham que deve ser melhorado, fale com sua equipe. Esses três elementos estão em constante contato com seus resultados e são a melhor fonte para saber o que você tem feito de errado. Entender os erros que eles apontam e observar dados de mercado te ajuda e ver os pontos necessários para ter sucesso.

 

Uma vez que você entendeu seus problemas, o que deixa o cliente insatisfeito e o que precisa otimizar, é hora de começar a pesquisar concorrentes. Para continuar o benchmarking, siga os seguintes passos:

 

  • Defina quais formatos de benchmarking aplicará;
  • Pesquise empresas que tenham enfrentado os problemas que você precisa solucionar;
  • Verifique quais solucionaram o problema e quem é destaque no ponto que deseja melhorar;
  • Use as ferramentas corretas para cada tipo de benchmarking: métricas mais eficientes, perguntas diretas e bem estabelecidas, eventos relevantes, entre outras.
  • Obtenha os dados para análise;
  • Analise com calma e objetividade os dados do concorrente.
  • Compare os dados do concorrente com os seus;
  • Verifique quais das estratégias adotadas pelo concorrente cabem no seu contexto.

 

Uma vez que todo esse processo foi executado, basta desenvolver uma nova estratégia com base nas respostas obtidas e acompanhar sua evolução, garantindo que elas deem resultado.

 

É importante lembrar que o benchmarking não é algo para ser feito apenas uma vez ou só quando se está com problemas. A constância nesse tipo de análises pode ser o grande diferencial que seu negócio precisa para crescer sempre.

Agência de Marketing Digital WhatsApp